• Flores: Sem concluir obras, prefeitura inicia construção de murada; ação causa estranheza

    Em Flores, ao mesmo tempo em que a gestão municipal mantem um verdadeiro cemitério de obras inacabadas, ao pagar das luzes, assina reformas em prédios públicos, o que vem despertando estranheza e questionamentos.

    Sem receber uma mão de tinta nos últimos anos, a Unidade de Saúde da Família do Povoado Saco do Romão está sendo contemplada com uma murada em toda sua extensão. 

    O curioso é que, a gestão republicana tentou imprimir um slogan de município transparente, mas não tem se preocupado, por exemplo, em deixar claro pra população o valor da obra, como início e término. Mas, acelera a construção da murada, em um claro gesto que precisa presta contas do que insiste em esconder, ao dificultar a transição.

  • Marconi Santana defende ampliação dos serviços pelo Detran em Flores

    Em encontro promovido para os novos gestores, ocorrido em Gravatá, o prefeito eleito de Flores Marconi Santana (PSB) solicitou do presidente do Detran/PE, Charles Ribeiro, que o posto de atendimento do Detran de Flores, possa ampliar os seus serviços.

    Marconi receonhece a iniciativa do governo de Pernambuco, mas entende que é necessário oferecer um leque maior de serviços para a população.

    "O município é grato, mas os serviços precisam ter uma maior amplitude, principalmente no tocante aos procedimento que são procurados pelos condutores, que normalmente precisam ir até Serra Talhada", defendeu.

    O presidente designou o Coordenador de Articulação Municipal e Ciretrans, Lázaro Medeiros, para revisar o convênio de cooperação técnica e cuidar pessoalmente da ampliação dos serviços.

  • Em Princesa Isabel, Justiça Eleitoral realiza diplomação de prefeito, vice e vereadores eleitos

    Por: Alberto Ribeiro

    Ricardo Pereira, Aledson Moura e mais cinco prefeitos, vice-prefeitos e vereadores foram diplomados hoje, no Fórum de Princesa.

    A Justiça Eleitoral da 34ª Zona Eleitoral de Princesa Isabel diplomou na ocasião de hoje, 06, os prefeitos eleitos e respectivos vices de Manaíra, Água Branca, Tavares, Juru, São José de Princesa e da cidade anfitriã (Ricardo Pereira e Aledson Moura), além de vereadores eleitos e reeleitos no pleito desse ano.

    Os trabalhos foram conduzidos pelo juiz Michel Rodrigues de Amorim, que inclusive despede-se no final de dezembro para início de janeiro da 34ª Zona Eleitoral de Princesa. Neste sábado, 10, o Programa Agora é a Hora, trará toda cobertura e principais pronunciamentos do evento, a partir das 10h00 da manhã, pela Rádio Princesa

  • Sesi/PE abre mais de 600 vagas para Ensino Fundamental e Médio no Sertão

     

    O Serviço Social da Indústria de Pernambuco (Sesi/PE) está com inscrições abertas para 5,1 mil vagas para os Ensinos Fundamental e Médio. No Sertão, são 603 vagas, sendo 365 em Petrolina e 238 vagas em Araripina.

     

    As unidades disponibilizam aos alunos ensino de qualidade, tecnologias de ponta para facilitar a aprendizagem, especialmente das disciplinas de exatas e ciências, e preparação para o mercado de trabalho. Tudo isso já incluído no preço da mensalidade, que é um valor acessível, principalmente para os dependentes dos trabalhadores da indústria, que têm um desconto especial. Outras informações sobre as inscrições na escola de Petrolina pelo telefone (87) 3861.1369 e em Araripina pelo número (87) 3873.1087.

     

    “Procuramos oferecer o que há de melhor para a formação integral dos nossos estudantes a um preço justo, porque nosso interesse é viabilizar uma educação de qualidade para a população menos abastada, já que esse é o caminho mais seguro para a ascensão social”, afirma o gerente da Unidade de Educação da entidade, Michael Groarke. “Também enfocamos a preparação da mão de obra para fortalecer a indústria”, complementa.

     

    Para auxiliar os alunos a obter sucesso no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Sesi/PE tem investido pesadamente em tecnologias educacionais, como o portal Geekie, com conteúdos e simulados personalizados para melhorar o desempenho dos estudantes no Enem. Há também a sala 3D, onde as ciências biológicas, químicas e físicas parecem ganhar vida. As aulas de robótica permitem que os conceitos das disciplinas de exatas sejam aplicados e compreendidos mais facilmente.

     

    Já o programa Sesi Matemática torna o aprendizado da disciplina em algo fácil e divertido ao aliar aulas dinâmicas e jogos onlines e físicos. Isso sem contar com os professores capacitados e infraestrutura moderna (salas de aula climatizadas, bibliotecas, espaços para prática de esportes, etc).

     

    As oficinas do programa Talentos e Oportunidades desenvolvem as habilidades comportamentais dos estudantes preparando-os para entrar no mercado de trabalho, tais como elaboração de currículo, preparação entrevistas de emprego, como deve ser o comportamento no ambiente corporativo, entre outras. Já os projetos interdisciplinares de inovação e empreendedorismo têm o papel de dar espaço para a criatividade dos alunos e canalizá-la para realizar com sucesso o sonho de ser dono do próprio negócio.

     

    Os candidatos devem se inscrever na unidade onde pretendem estudar. Além de Petrolina e Araripina, no Sertão, há vagas no Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Paulista e Recife, na Região Metropolitana; em Escada e Goiana, na Zona da Mata; e Caruaru, no Agreste. A lista com o endereço das escolas do SESI podem ser encontradas no site www.pe.sesi.org.br.

     

    As 11 escolas da entidade, distribuídas em todas as regiões do Estado, formam a maior rede de educação particular de Pernambuco. Outras informações pelo e-mail relacionamento@pe.sesi.org.br ou pelo WhatsApp (81) 9.8829.3330.

  • Governo de Pernambuco reforça os caixas municipais com um repasse de R$ 171 milhões

     
    Imagem: Júnior Finfa
     
    Na contramão da crise econômica que acomete o País, o Governo de Pernambuco segue reforçando os investimentos nos municípios. Durante encontro para prefeitos eleitos promovido pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), em Gravatá, o governador Paulo Câmara anunciou um repasse no valor de R$ 171 milhões para as 184 prefeituras.
     
    Do total disponibilizado, a partir de hoje, R$ 91,8 milhões são oriundos do Programa de Recuperação de Créditos Tributários (Perc) e R$ 79,2 milhões correspondem à fatia municipal da arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). 

    "O aporte de R$ 91,8 milhões é uma receita adicional obtida, em 2016, e que eu sei que será muito importante para os cofres públicos pernambucanos. Esse mecanismo vai continuar sendo acessado em 2017 e compartilhado com as administrações municipais. Vai ajudar no fechamento das contas", ressaltou Paulo, completando: " é só olhar a conta e vê quanto cada município ganhou".

    Implementado pela Secretaria da Fazenda e a Procuradoria Geral do Estado, o Perc faz a redução de multas e de juros em até 90% - para pagamento à vista ou parcelado - aplicados sobre débitos relativos ao  ICM,ICMS, IPVA e ICD. A conciliação para ICM/ICMS foi realizada em até 12 parcelas, com mínimo de R$ 100 por parcela, e do IPVA/ICD em até 18 prestações, com mínimo de R$ 100.  

    TODOS POR PERNAMBUCO - No seminário para prefeitos promovido em parceria com a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), Paulo anunciou o retorno do Programa Todos por Pernambuco. A iniciativa - criada na gestão de Eduardo Campos - vai promover seminários em todas as regiões do Estado. O objetivo é fazer um balanço desses últimos dois anos de gestão e fazer novos planos para os próximos dois."Temos que avaliar o que foi feito e planejar novas perspectivas para o Estado. O nosso desafio é fazer o dinheiro do contribuinte render. Ou seja, fazer mais pelo povo, com menos recursos", salientou Paulo Câmara. 

  • De olho em 2018, Governo de Pernambuco libera R$ 62,9 milhões para obras em municípios em 2016

    O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), já liberou R$ 62,9 milhões para obras em municípios somente em 2016. Os recursos são oriundos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM). A informação foi divulgada nesta terça-feira (6/12) pelo secretário executivo de Apoio aos Municípios, Flávio Figueiredo, durante o Seminário Novos Gestores, em Gravatá, no Agreste. A gestão estadual é parceira da Associação Municipalista (Amupe) na realização do evento.

    Os R$ 62,9 milhões liberados em 2016 são referentes ao FEM I (R$ 4 milhões), FEM II (R$ 50,7 milhões) e FEM III (R$ 8,2 milhões). Ao todo, as três edições do fundo somam R$ 732 milhões a serem injetados na economia pernambucana, envolvendo 1.104 planos de trabalho, dos quais 516 estão em andamento. Até o momento já foram repassados R$ 395,8 milhões aos municípios, sendo R$ 125 milhões somente na gestão Paulo Câmara (2015-2016).

    "O FEM é um programa pioneiro no Brasil e foi criado com o objetivo de financiar obras de infraestrutura em todos os 184 municípios do estado. Todos estão habilitados a receber recursos do fundo e é o prefeito é quem decide onde quer investir. É o prefeito quem sabe a necessidade do seu município", afirmou Figueiredo.

    O gestor ressalta que o foco do FEM são as pequenas obras que utilizam mão de obra local e cujas compras de materiais também ocorrem no comércio do próprio município, movimentando a economia. Segundo Figueiredo, são exemplos de obras viabilizadas com os recursos do fundo e já entregues à população: 1.241 ruas pavimentadas, 36 escolas, 56 unidades de saúde, 16 pórticos de entrada, seis mercados e quatro cemitérios, entre centenas de outras.

    O FEM foi criado em 2013 e visa a apoiar todos os municípios pernambucanos na implantação de projetos que contribuam para o desenvolvimento municipal e permitam a retomada da realização de investimentos cuja execução foi comprometida pelo atual momento de fragilidade das finanças municipais. Do valor total liberado por ano, 5% devem ser destinados a políticas públicas voltadas para as mulheres. A iniciativa foi batizada de FEM Mulher e criada na gestão do governador Paulo Câmara.

     

    Os recursos do FEM repassados pelo Governo Estadual são equivalentes a uma cota média mensal do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) recebida por cada município no ano anterior e são liberados em parcelas, de acordo com o cronograma de execução das obras. O objetivo é que os recursos sejam aplicados em ações e obras importantes que melhorem a qualidade de vida da população e o desenvolvimento do município.

  • Manoel Enfermeiro, não ver problema em disputar presidência com Sinézio, e revela acordo com Nailson

    Vereador da bancada do PT no parlamento de Serra Talhada, Manoel Enfermeiro está mesmo disposto em disputar o assento de presidente com o seu companheiro de partido, Sinézio Rodrigues. Além de não enxergar problemas no embate com Rodrigues, Manoel revelou que recebeu de Nailson Gomes (PTC), também postulante ao cargo, a proposta de vice.

    “Não tem problema nenhum, eu quero ser presidente. Se eu não conseguir meus votos, eu vou ter que alinhar com o negão (Nailson Gomes), é meu amigo gosto muito dele. Isso é normal, e não tem problema nenhum. Quem for presidente...eu só quero que tenha transparência na Casa, o que é importante para o povo de Serra Talhada”, disse o parlamentar a Júnior Campos.

    Quanto aos rumores de uma possível saída de Luciano Duque do Partido dos Trabalhadores, o líder da bancada no governo, assumiu um discurso conciliador até mesmo se Duque for para o PMDB, como sugeriu recentemente o seu irmão Duquinho.

    “Ele tem que procurar o melhor. Se ele acha que o PT não está bem, eu sei que é um direito dele, e quero dizer a ele, que sou amigo dele, faço parte da base do governo dele, e vou defender sem problema nenhum, porque o meu direito é defender o povo de Serra Talhada que nos elegeu”, declarou Manoel acrescentando.

    “Se for pra ajudar Serra Talhada ele pode ir pra qualquer partido. Eu prezo pelo os meus eleitores e pelo povo de Serra Talhada. O direito é dele de escolher, se ele for pra qualquer partido, a gente vai ter que sentar e conversar e sempre trabalhando por Serra Talhada”, reforçou.

  • Flores: Moradora aponta falhas na execução da PE-366 e se diz preocupada com as chuvas

    Com investimentos de R$ 5.450.832,03 (Cinco milhões, quatrocentos e cinquenta mil, oitocentos e trinta e dois reais e três centavos), a rede asfáltica com extensão de 12,07 Km entre a Rodovia Estadual PE 337 em Sitio dos Nunes ao Distrito de Fátima, no município de Flores, que deveria ter conclusão apenas em 01 de Março de 2017, é definitivamente um desespero para a população do Distrito de Fátima.

    Em linguagem popular, a estrada foi executada em péssimas condições, sem proteção e o risco de ser destruída na primeira forte chuva que cair.

    A estrada foi apenas planeada e colocada a brita e o piche em camada fina, sem alta espessura da terra à brita.
     
    Com o nome de Rodovia PE -366, a estrada teve inicio de execução poucos dias antes das eleições de outubro, para chamar a atenção dos moradores da região do Distrito de Fátima sendo utilizada como plano eleitoreiro, porém sem exito.
     
    Homens e máquinas continuam trabalhando nos pequenos detalhes da pista, que segundo informações de populares, deverá ocorrer no próximo sábado 10.
    Dona Delfina Pereira
     
    Para a agricultora Delfina Pereira de Oliveira, de 72 anos, moradora do sitio Olho Dágua das Letras, a estrada seria um enriquecimento para quem mora na região de Fátima, mas já ver grandes falhas, entre elas a falta de barras de proteção em trechos com perigosas curvas e a falta de planejamento engenheiro, pois para a agricultora, a preocupação de inundação à sua residência é grande.
     
    "A pista ficou praticamente na calçada e quando chover a água vai entrar dentro de casa. Analise lá de fora da pista até a porta de minha casa, que é baixa e vai receber todo escoamento da pista. Essa obra ta mal feita". Disse Dona Delfina.
     
    Em toda extensão da PE 366, em nenhum ponto foi presenciado a instalação de redes de proteção e acostamento. A malha é fina e poderá se tornar um transtorno aos moradores da região de Fátima quando começar os esburacamento. O que pode ser uma alegria de momento pode se tornar dor de cabeça posteriormente.
     
    A obra que começou a ser executada e deveria levar até cinco meses para ser concluida, foi feita em menos de dois meses.
     
    Para o próximo prefeito, há um mistério grande na rápida execução da estrada e que vai solicitar uma sindicância para apurar o motivo da estrada ter sido executada sem nenhuma qualidade.
     
    Outra preocupação dos moradores é a falta de planejamento da empresa responsável pela obra, deixando a estrada na calçada de duas escolas , quando na verdade o asfalto deveria ter sido feito com até vinte metros de distância.
     
     
    Uma das escolas, é a escola municipal de série inicial Luiz de Souza Ferraz, no Sitio Olho Dágua das Letras, causando medo aos pais de alunos.
     
    A outra escola também de séries iniciais, que ficou praticamente "no meio da pista", fica localizada no sitio Riacho do Meio, ou sitio Rebeira, como é chamado por grande parte dos moradores.
     
    A murada da escola ficou a menos de 04 metros da pista, em trecho estreito e de curva. Um morador que não quis se identificar afirmou que por se tratar de um local próximo a uma curva, um acidente de colisão de veículos contra a mureta da escola é fatal.
     
    O alunado do sitio Rebeira, ao sair do portão da escola, já está no meio da estrada, ficando o risco de acidentes.  Apenas uma lombada próxima foi instalada e uma faixa de pedestre feita em frente ao portão da escola levando para o outro lado da via.

    Fonte: Cauê Rodrigues

  • Prefeitura de ST investe na requalificação da iluminação pública

    A prefeitura municipal, através das Secretarias de Planejamento e Gestão e Serviços Públicos deu início a um grande processo de revisão da iluminação pública, que vai proporcionar uma melhoria qualitativa, ao instalar cerca de 42 luminárias novas, a partir do Cristo do Alto Bom Jesus, até a Câmara de Vereadores.

    Mais novas ruas já estão alimentadas com essa nova iluminação. São lâmpadas potentes com braços novos, que vão trazer uma melhor segurança a população que transita, nas ruas e avenidas do centro da cidade.

    Marcondes Osório, Secretário de Planejamento e Gestão, explica que, “a prefeitura está fazendo a requalificação da iluminação pública”.

    Já quanto o que é de responsabilidade do município e o que é de fato de responsabilidade da companhia fornecedora de energia elétrica, Osório, reforça:

    “A responsabilidade da CELPE só terminará quando a prefeitura receber todo o parque de iluminação pública, pois existe um processo judicial. Então todo o que diz respeito à iluminação pública, como lâmpadas apagadas, melhoria no sistema de atendimento, troca de lâmpadas e troca de reatores é de responsabilidade exclusiva da CELPE”, explicou.

  • Estudantes de ST se destacam como medalhistas das Olimpíadas Brasileiras de Raciocínio Lógico

    Superando as bairreiras para oferecer uma educação de qualidade em Serra Talhada, o Colégio Municipal Cônego Torres é mais uma vez destaque através dos seus alunos, verdadeiros pequenos notáveis que conquistaram oito medalhas de bronze e prata nas Olimpíadas Brasileiras de Raciocínio Lógico. Nesse último sábado (3), foi a cerimônia de entrega das medalhas aos pequenos estudantes do 6º, 7º e 9º ano do Ensino Fundamental.

    Os alunos premiados foram Yago Gabriel, Êmily Milena, Maria Luiza e Flávia Freire no 6º ano; Cosme Guilherme e Mateus do 7º ano; e Ayrton Gomes e Kaique Jhones do 9º ano. De acordo com a professora de matemática e raciocínio lógico da escola, Suélita Carvalho, os prêmios têm uma grande representação para a escola e a o futuro educacional desses jovens.

    “Além de servir de estímulo e exemplo para os nossos alunos, essa premiação é uma motivação para melhorar, cada vez mais, os meus métodos de ensino e estudo. Pois, foi através da inserção dessa disciplina no currículo escolar é que percebemos a importância de instigar os nossos alunos com criatividade e ludicidade e principalmente através da dinâmica do aprender a pensar”, comentou a professora.

    Fonte: Farol de Notícias

  • Em Serra Talhada, Câmara de Vereadores rejeita contas de Carlos Evandro

    À favor do TCE  Contra o parecer do TCE

    Apesar do placar de 7 a 7, em sessão ordinária nesta segunda-feira (05), a Câmara de vereadores de Serra Talhada aprovou o parecer técnico do Tribunal de Contas de Pernambuco, que recomendou à rejeição do exercício financeiro do ex-prefeito Carlos Evandro do PSB, que precisava de 2/3 da maioria dos votos.

    A defesa do ex-gestor foi feita pelo advogado Adilson Rocha, que usou a tribuna da Casa Joaquim de Souza Melo por quase 45 minutos, sustentando um tom crítico em direção ao TCE.

    “Eles não julgam na verdade de primeira mão, e sim quando o prefeito recorre. Contém absurdos que causa até risos, ausência de controle interno não leva à rejeição das contas [...]. A função do Tribunal não é de punir e sim orientar o gestor”, defendeu Rocha continuando:

    “Repasse maior do duodécimo da Câmara não houve! O que houve foi um erro nos cálculos feito pelos auditores do Tribunal, erraram o valor...é muito menos”.

    Quanto as contratações feitas pelo gestor através da Oscip para tocar programas de Saúde, Adilson questionou:

    “Que alternativa teríamos para fazer gerir estes programas? Com o próprio pessoal da prefeitura, não! O tribunal tinha uma visão equivocada desta forma de gestão da saúde”.

    Listado no parecer do TCE, entre os integrantes da comissão de festa, no tocante devolução de R$ 50 mil, o vereador Nailson Gomes explicou: “Esse dinheiro nunca entrou nos cofres públicos da cidade, e nem deveria está contando nos autos desse processo, e por este motivo estou impedido de votar.”

    Gilson Pereira (PROS), adiantando o voto contrário ao que recomendou a Corte de Contas de Pernambuco, taxou o parecer de “imoral” e de existir “insegurança jurídica”.

    Ao justificar o voto pela aprovação das contas de Carlos, Gilson disse que: “Acreditei neste Tribunal, eu não voto na pessoa de Carlos e Geni, eu voto de acordo o tribunal fui contra. Eu não tenho banda, eu não sou lua. Eu caí numa armadilha, hoje eu voto contra o parecer técnico das contas de 2007”, disse se referindo as contas de 2008.

     

  • Empresário diz que presidente da CMST afronta de forma arbitrária a liberdade de imprensa

    “Vamos acionar o Ministério Público o qual será acionado pela emissora” foi assim que o comunicador e empresário Marcos Oliveira proprietário da Serra FM externou sua indignação na noite desta segunda-feira (05), ao ser impedido pelo presidente da Câmara de Vereador de Serra Talhada, Agenor de Melo de transmitir a votação das contas do ex-prefeito Carlos Evandro (PSB).

    O comportamento do Chefe do Legislativo foi classificado pelo empresário de “cerceamento à liberdade de imprensa”.

    Ainda segundo Marcos Oliveira, o presidente da Câmara de Vereadores “afrontou de forma arbitrária a liberdade de imprensa”.

    O empresário ainda completou que a negativa de Agenor “foi sem justifica jurídica fundamentada, a Rádio Serra FM foi impedida de transmitir a sessão do julgamento das contas do ex-prefeito Carlos Evandro. Foi uma infeliz decisão e uma afronta à liberdade de imprensa”, desabafou.