• Duque desmente Carlos e dispara: foi ingrato com Inocêncio e enfraqueceu o projeto de Victor

    Sem demora, Luciano Duque (PT), que lidera o grupo político da situação, tratou logo de responder, em nota ao blog de Júnior Campos, às declarações do ex-prefeito Carlos Evandro, possível adversário de Márcia Conrado no pleito eleitoral do ano em curso.

    Em uma entrevista, neste sábado (25), Evandro em tom provocativo e deixando transparecer o incomodo após o anúncio feito por Duque, que Márcia ingressaria no PT; na clara tentativa de descontruir a imagem de Conrado com o ex-presidente Lula e evidentemente, com o Partido dos Trabalhadores – PT, Carlos Evandro disparou: Não vejo novidade e nem agregações políticas com ela no PT. O que é que ela está somando?"

    A oratória repetitiva de Carlos foi o impulso que Duque precisava para quebrar o silêncio; passar uma borracha no discurso de Evandro e antecipar o tom que será sustentando durante o período eleitoral, em direção ao Carlos Evandro.  

    “Qual a identidade de Carlos? Diziam que Sebastião e Inocêncio não prestavam e agora estão no mesmo time e ainda no grupo de Bolsonaro. Sebastião é da base do presidente. Ele [Carlos] precisa parar de esconder a verdade ao povo! Foi ingrato com Inocêncio, que o fez prefeito duas vezes”, respondeu Duque completando:

    “O neto [Victor Oliveira] teve uma boa performance e a política precisa de renovação, mais ele prefere sempre o atalho e trabalhou desde o término da eleição de 2016 para enfraquecer o projeto de Vítor Oliveira. As digitais dele estão nessa rifada da candidatura de Víctor... mas isso é um problema da oposição, temos candidato e vamos paras ruas”, sustentou Duque.

    Luciano fez questão de frisar que o seu modelo de gestão tem colocado Serra Talhada em lugar de destaque em Pernambuco, e, que ao contrário do seu modelo inovador Evandro foi o grande responsável por falir o Fundo de Previdência Municipal.

    “Nossa equipe de trabalho mudou Serra Talhada e hoje somos um governo que é referência em Pernambuco, apesar do legado que recebemos, onde o ex-prefeito continua fazendo cara de paisagem e de que não tem nada haver com o passado, esquece que ele, nos entregou a previdência municipal falida e sem um real no caixa. O povo tem que saber a verdade”, sustentou Duque e continuou:

    “Disse que calçou 700 mil metros, ou seja, quase 650 ruas, como pode? Vou mostrar a verdade ao povo, não dá pra fazer política com mentiras, com Fake News. Serra Talhada já sofreu muito e estamos recuperando a auto estima do nosso povo com mais emprego e mais desenvolvimento; os números não mentem - aliás ele [Carlos] tem que parar de mentir”!

    Ao desconstruir o discurso do médico, que vem pregando ser o grande responsável pelo ingresso deu Duque no PT, Luciano Duque revelou com exclusividade:

    “Quem me colocou no PT foi o nosso grande e ex-deputado Manoel Santos, por entender que tínhamos identidade com o projeto que ele sempre desejou, que era mudar a nossa cidade. Ele [Carlos], ao contrário na primeira dificuldade que tivemos que foi pagar as contas deixadas por ele, abandonou o barco e se bandeou pra o grupo de Sebastião. E nós não desistimos! E hoje o nosso governo foi o que mais fez na história de Serra, e ele continua propagando Fake News, agora depois de 7 anos diz que tudo que fizemos foi ele que deixou, é uma piada!  Eu pergunto a população, porque ele não fez tudo que diz nos oito anos que governou Serra talhada”, respondeu Duque e acrescentou:

    “Ele [Carlos] pensa que vai enganar quem, com esse discurso? Aliás, eu recomendo a ele mais humildade. Ele já está afirmando que é o prefeito, esquece ele que vamos debater os erros do seu governo e acertos, e tenho certeza que quando o povo comparar os dois modelos irá ter melhor clareza pra escolher. Não se dá um passo pra trás, o nosso governo, inovador e dialoga com todas as correntes políticas e não tem chefe, pois o nosso chefe e o povo. Nossa pré-candidata foi escolhida em um processo onde o povo foi ouvido e não precisou da autorização do chefe em Recife-PE”, provocou Duque.

  • Lula: O PT não pode abrir mão de ter uma candidatura própria em Recife

    Em entrevista exclusiva ao UOL, o ex-presidente Lula, confirmou que o PT vai ter candidato em Recife nas eleições deste ano. Na próxima terça-feira (28), haverá uma reunião com membros do PT de Pernambuco.

    Resposta do qual foi perguntado como é que o PT vai se comportar em Fortaleza, João Pessoa e Recife?

    “O PT já apoiou o governador Eduardo Campos duas vezes. O PT apoiou o atual governador duas vezes. O PT já apoiou o prefeito deles duas vezes. Agora, vai ter uma eleição. Nós temos a Marília Arraes, que é uma figura pública importante no Estado, deputada federal. Tem o João Campos, que é o filho de Eduardo Campos, que também quer ser candidato.

    O PT não pode abrir mão de ter uma candidatura própria em Recife Quando chegar em 2022, o PSB vai pedir outra ver para o PT não ter candidato a governador depois de quatro de quatro mandatos? Será que o PT não pode ter a oportunidade de ter candidatura própria?

    O PT vai ter candidatura própria, a Marília deve ser candidata do PT. Se ela não for para o segundo turno, ela apoia o João Campos ou outro candidato que fizer aliança com o PT. Isso vale para Fortaleza, João Pessoa, Natal, Salvador. O que você não pode é trancar o partido. Em Salvador, acho que o partido que tem seis pessoas querendo ser candidatos, inclusive, o nosso querido Juca [Ferreira], que foi meu ministro da Cultura”, disse Lula

     

  • Alunos do Centro de Treinamento Florense de Artes Marciais recebem seminário

    O Centro de Treinamento Florense de Artes Marciais – CTFAM, recebeu neste sábado (24), Rosivaldo Alves - Presidente do Nordeste Fight Brasil e Kleber Silva - Administrador da mesma instituição, onde estiveram ministrando o Seminário de Técnicas de competição e graduação dos mais de 50 (cinquenta) alunos, assistidos pelo o Programa Social, pioneiro na região e que já é destaque em diversas competições de nível nacional.

    Aconteceu de início uma roda de conversa com os atletas, onde foram demonstradas algumas técnicas de luta e de posicionamento, além das regras de competições utilizadas nacionalmente, suas pontuações e finalizações. 

    Houve ainda, no seminário, um tempo disponível para seus alunos exercitarem as técnicas aprendidas, entrega de faixa de graduação e certificados.

    “Este momento de hoje, teve a finalidade de aprimorar os alunos e alunas do Centro de Artes Marciais, que atente mais de 50 atletas; o que demonstra o quanto a administração municipal é comprometida com a prática esportiva, e, claro com ações sociais tão boas como esta, que vem promovendo e dando oportunidade não só para a prática de Jiu-Jitsu, como também,  Capoeira e Muai Thaty”, destacou Carlos Alberto – Secretário de Esportes do Município.

    O equipamento para a prática esportiva foi montado pela prefeitura, para atender os alunos que, para participar terão que comprovar frequência escolar e consequentemente, bom desempenho nas avaliações.

     

    O CTFAM dispõe de uma ampla estrutura, para realização das aulas de Capoeira, Jiu-Jitsu e Muay Thay.

     

  • Carlos diz que Márcia não tem identidade petista e que ajudou Duque ingressar no PT

    O ex prefeito de Serra Talhada e também um dos pré candidatos da oposição à prefeitura do município, concedeu neste sábado (25), uma entrevista para a versão radiofônica do Farol de Notícias, onde falou sobre sua candidatura e sobre a candidata do Prefeito. Carlos Evandro ainda falou sobre a postura de Luciano Duque e seu passado político como ex aliado dele.

    Evandro declarou que a chegada de Márcia Conrado, a escolhida do governo, no PT de Lula "não deverá influenciar muito na decisão dos serra-talhadenses. Aqui em Serra Talhada, o voto é uma coisa muito pessoal. A política daqui é muito diferente da nacional e da estadual.

    Não vejo novidade e nem agregações políticas com ela no PT. O que é que ela está somando?", perguntou Carlos afirmando que o grupo de petistas que agora está com Márcia, é o mesmo que estava com Duque e que, não existe nada haver ligar a imagem da mesma com a do ex presidente Lula.

    Dr. Carlos seguiu provocando a candidata e o prefeito Luciano Duque perguntando: “Qual é a ideologia de Márcia Conrado no PT? Qual é a história dela dentro do partido, dentro de sindicatos? O que está acontecendo é que o partido está acomodando ela e o atual governo. Agora, dizer que ela é uma Petista raiz?", indagou o pré candidato em tom de ironia.

    Nessa entrevista, Carlos Evandro fez questão de frisar que foi ele quem colocou o atual prefeito no PT, e ressaltou que se não tivesse feito isso Luciano Duque teria sofrido uma cooptação, dizendo:

    "A gente foi falar com Inocêncio, em 2012, e eles queriam que ele fosse para o PHS, para ele levar uma rasteira de Eduardo Campos. Mas eu não deixei! Fui falar com Humberto Costa e articulei tudo", disparou Carlos como que, sentindo um certo ressentimento e ingratidão do atual gestor de Serra Talhada.

  • Serra Talhada, a sexta cidade que mais emprega em Pernambuco

     
    Pernambuco criou 9.696 postos de emprego formais, em 2019, de acordo com os dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), nesta sexta-feira (24). 

    O número é 379,2% maior do que o saldo de 2018, quando houve a geração de 2.023 novas vagas, no estado. 
    O Caged, divulgado mensalmente pelo Ministério da Economia, é a diferença entre o número de contratações e demissões. Em 2019, foram 410.649 admissões e 400.953 dispensas. De acordo com o governo do estado, o saldo de 2019, em Pernambuco, foi o melhor dos últimos seis anos.

    O principal setor responsável pelo saldo positivo de 2019, no estado, foi o de serviços, que criou 7.501 postos de trabalho. O setor da agropecuária também teve um bom resultado, com 3.403 vagas a mais. O comércio vem em terceiro lugar, com saldo de 2.654 contratações.

    Cidades

    Confira, abaixo, o ranking dos municípios que mais geraram empregos com carteira assinada, em 2019:

    1. Recife: 4.120
    2. Petrolina: 2.051
    3. Vicência: 1.003
    4. Aliança: 756
    5. Escada: 609
    6. Serra Talhada: 594
    7. Caruaru: 444
    8. Goiana: 317
    9. São José do Egito: 301
    10. Bonito: 282
     

  • O blog acertou: A estrela do PT vai fazer a estrela de Márcia brilhar

     

    Como foi noticiado aqui no Blog, a candidata do atual governo de Serra Talhada vai mesmo pousar sua candidatura no PT-Partido dos Trabalhadores, e deve repetir os mesmos passos do seu padrinho político, o prefeito Luciano Duque (PT), para alçar um voo maior rumo às eleições municipais que acontecem em Outubro deste ano.

    Conforme este portal previu, Márcia Conrado deve atrelar sua imagem à imagem do ex presidente Lula para conseguir mais popularidade e consequentemente uma maior casta de votos em favor de uma provável vitória, consolidando a permanência do grupo duquista no poder.

    Confirmada pela presidente do partido em Serra, e pelo próprio Luciano como a mais nova petista do pleito eleitoral, resta saber se a estrela do PT vai fazer a estrela de Márcia brilhar, já que coube a Duque justificar a ida de Conrado para o Partido dos Trabalhadores – PT; o que seria de competência da própria pré-candidata.

    Agora resta saber o que a oposição, que anda dividida e aberta em fogo amigo deve fazer. Se vai se unir entorno de Victor Oliveira ou se vai rifá-lo em prol de uma candidatura ainda muito incerta lançando o nome de Carlos Evandro, que já governou a Capital do Xaxado por duas vezes e é ex-aliado de Duque.

  • Primeiro caso de sarampo de 2020 é confirmado no estado em menina de 1 ano

    Uma menina de 1 ano que mora em Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR), é a primeira paciente com diagnóstico de sarampo confirmado no estado em 2020. A criança começou a apresentar sintomas da doença no dia 3 deste mês. A confirmação está no último boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES), divulgado nesta quinta-feira (23).

    Nas duas primeiras semanas epidemiológicas do ano, isto é, até o último dia 11, foram notificados 18 casos de sarampo em Pernambuco, com uma confirmação e seis casos descartados. Em 2019, foram notificados 1.236 casos suspeitos de sarampo. Desses, 289 foram confirmados e 656 descartados.

    No ano passado, de acordo com dados preliminares da SES, foram aplicadas 786.506 doses da vacina tríplice viral em Pernambuco. A quantidade é 50% maior do que o mesmo período de 2018, com 524.332 doses. Além do sarampo, a imunização protege conta a rubéola e  caxumba.

    A tríplice viral é disponibilizada de rotina nos postos de saúde para a população de 6 meses a 49 anos. Entre os dias 10 de fevereiro e 13 de março deste ano, haverá campanha nacional para vacinação contra o sarampo para a população entre 5 e 19 anos. 

  • Marília Arraes é recebida por Duque e Márcia Conrado e tratam sobre emendas

    Após cumprir agenda em Ouricuri, no Sertão, a deputada Federal Marília Arraes (PT), esteve na manhã desta quarta-feira (22), em Serra Talhada, com Luciano Duque, prefeito da cidade e Márcia Conrado, pré-candidata governista.  Marília afirma que com Duque e Conrado tratou apenas de trabalho e de emendas.

     

    “Passei em Serra Talhada para uma conversa de trabalho com o prefeito, Luciano Duque e a Secretária de Saúde Márcia Conrado, sobre as emendas que nosso mandato destinará à cidade”, afirmou a deputada petista completando:

     

    “Dá tranquilidade saber a responsabilidade que terão na gestão destes recursos, numa das cidades de Pernambuco que mais cresce e gera empregos. Me orgulho em fazer parte desta história de transformação de Serra Talhada”, finalizou.

  • A ronda e o assédio do PT entorno da candidata governista Márcia Conrado

    Especulações, boatos de bastidores e novidades positivas e negativas fazem parte do conjunto político da oposição e da situação em Serra Talhada, e quanto mais o pleito eleitoral deste ano de 2020 para a conquista da Prefeitura se aproxima, mais novidades surgem.

    De acordo com alguns integrantes do PSL Serra-talhadense, agora, a mais nova e suposta novidade seria a ronda e o assédio do PT entorno da candidata governista Márcia Conrado.

    Conversas e rumores supõem que o Partido dos Trabalhadores quer "abocanhar a escolhida do Prefeito para transformá-la num poste, e em uma eventual vitória da mesma, radicalizar sua gestão para que o PT se perpetue no poder municipal", afirmam alguns conservadores da Capital do Xaxado.

    A briga entre Esquerdistas Governistas x Sociais Liberais Conservadores de Direita na cidade, esquentou muito depois de entrevistas de lideranças de ambas as partes, mas se acentuou ainda mais, depois que a Presidente dos petistas do município em uma dessas entrevistas a uma rádio local provocou seus conterrâneos direitistas do PSL dizendo: "Eles podem vir quentes, que nós já estamos fervendo".

  • Nome mais forte para candidatura própria do PT é Marília Arraes, diz Humberto Costa

    O senador Humberto Costa (PT-PE), que defende a aliança com a Frente Popular, encabeçada pelo PSB do governador Paulo Câmara e do prefeito Geraldo Julio, falou, em entrevista à Rádio CBN, das possibilidades de candidatura própria para as eleições municipais de 2020 do Recife, e citou a reunião do diretórionacional do PT, que vai acontecer na próxima terça-feira (28), em São Paulo.

    Ele destacou a deputada federal Marília Arraes (PTPE) como principal nome para disputar uma possível candidatura própria - caso haja essa decisão na reunião do diretório nacional com o ex-presidente Lula.

    “Se o ato da decisão do partido for ter uma candidatura própria, não há dúvidas de que o nome mais forte que tem circulação na sociedade é o dela”, armou o petista.

    A reunião citada pelo petista é para discutir as eleições. Estarão presentes o ex-presidente Lula, o presidente da sigla no Recife, Cirilo Mota, o presidente estadual da sigla, Doriel Barros, e a presidente nacional do PT, Gleisi Homan. Além dele e de Marília Arraes.

  • Serra Talhada de luto pelo falecimento da professora Janiele Amorim

    A Prefeitura Municipal de Serra Talhada, por meio da Secretaria de Educação, lamenta a fatídica morte da professora da Rede Municipal de Ensino (RME), Janiele Emanuele Amorim, 29 anos.

    Janiele lecionava no Bairro da Cohab, na Escola Nossa Senhora da Penha, e havia ingressado, como servidora, na Prefeitura de Serra Talhada no último concurso público, realizado pelo governo Luciano Duque.

    No dia 3 de dezembro, a docente completou 29 anos. Nas redes sociais, ela celebrou o aniversário com mensagens de muito entusiasmo e amor à vida. Em março deste ano, Janiele Amorim completaria um ano como servidora em Serra Talhada.

    A administração municipal presta toda solidariedade aos familiares e amigos de Janiele e de sua irmã Geisse Amorim.

     

    Marta Cristina – Secretária de Educação

    Luciano Duque – Prefeito de Serra Talhada

  • Previsão é de FPM em queda para os primeiros meses de 2020

    O ano de 2020 começa com informações muito preocupantes para os atuais gestores municipais com o aumento do piso nacional do magistério público de 12,84% e a perspectiva real de queda da transferência do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), principal fonte de receita para grande parte dos Municípios.

    Mas, além desse impacto do piso, o Fundo de Participação dos Municípios - FPM no começo deste ano está com um comportamento negativo, ou seja, estão sendo transferidos menos recursos que no mesmo período do ano passado.

    Nos primeiros dois decêndios de janeiro, o FPM está menor em 8,45%, ou seja, menos R$ 464,8 milhões

    E, de acordo com a previsão da Secretaria do Tesouro Nacional - STN, o valor apresenta uma queda de 15,2% se comparado com o valor executado no mesmo mês do ano passado. 

    Para o mês de fevereiro, há uma expectativa de queda de 1,6% em relação a fevereiro do ano passado. Já para março, o valor do repasse do FPM do mês deve ser 23% menor do que fevereiro, mas, em consideração a março do ano passado, se espera um crescimento de 1,2%. Se a estimativa da STN se concretizar.  

    Marconi Santana, prefeito de Flores, ainda completa que, “teremos que juntar R$ 475.000,00  por mês, fora a patronal”; contabilizou o gestor ao fazer os cálculos com olhar para a reforma da Previdência Municipal.