• Danilo Cabral apoia instalação de CPI da Carne

    O deputado federal Danilo Cabral assinou o requerimento para a instalação da CPI da Carne na Câmara dos Deputados. De autoria do deputado Ivan Valente (PSol-SP), também defendido por Julio Delgado (PSB-MG) e Carlos Zarattini (PT-SP), investigação parlamentar buscará investigar e punir os culpados por fatos que terão consequências para a saúde pública, políticas e econômicas.

    "A CPI é uma oportunidade para que esclareçamos à população sobre o que realmente aconteceu neste episódio e quais os mecanismos que devem ser aprimorados", justificou Danilo Cabral. Ele destacou que trata-se de um setor estratégico para o País. Só em 2016, o Brasil exportou US$ 13,49 bilhões em carnes, o equivalente a 7,3% de tudo que o País exportou no ano passado.

    No total, exportamos carnes para 173 países e, desde a deflagração da operação da Polícia Federal, várias desses países suspenderam as compras de carnes brasileiras. "Temos que tratar o assunto com responsabilidade aos que empreendem e, sobretudo ao cidadão", acrescentou.

    Desde segunda-feira (20), os parlamentares recolhem assinaturas dos colegas para instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o objeto da investigação da megaoperação da Polícia Federal "Carne Fraca".

    Se aprovada, a CPI será composta por 34 deputados titulares e igual número de suplentes, para investigar, no prazo de cento e oitenta dias, irregularidades praticadas na fiscalização fitossanitária no país. Os recursos administrativos e financeiros, bem como os assessoramentos necessários ao funcionamento desta Comissão serão providos com recursos orçamentários da Câmara dos Deputados.

    A operação deflagrada pela Polícia Federal investiga fraudes em vendas de carne. Segundo a PF, fiscais do Ministério da Agricultura recebiam propina para liberar licenças sem realizar a fiscalização adequada nos frigoríficos.

  • Augusto César critica atraso na construção de campus da UPE em Serra Talhada

    A retomada da construção do campus da Universidade de Pernambuco (UPE) em Serra Talhada foi solicitada pelo deputado Augusto César (PTB), no Pequeno Expediente desta terça (21). O parlamentar cobrou explicações para a falta de repasses para a obra, destinada ao curso de medicina na cidade sertaneja, que deveria estar pronta desde o ano passado. Atualmente, o curso funciona no prédio da Autarquia Educacional de Serra Talhada.

    “É lamentável que a obra esteja parada por falta de pagamento para a construtora responsável. Solicitamos com urgência esclarecimento sobre essa situação”, discursou o deputado. Segundo Augusto César, em 2015 apenas 50,8% do valor devido foi efetivamente repassado para a empreiteira à frente da obra. Em 2016, o pagamento foi ainda menor: 32,8% do total de R$ 1,54 milhão gastos pela construtora, de acordo com o parlamentar. “Ao Governo ainda resta pagar mais de R$ 847 mil só de gastos já efetuados. Essa dívida inviabiliza a continuidade da construção do campus”, afirmou.

    “A presença de um curso de medicina em Serra Talhada gera empregos e serviços ao redor do campus, e contribui para fixação de médicos no Interior, mas sem cumprir os compromissos firmados com o setor educacional não chegaremos a ter qualquer desenvolvimento na região”, ressaltou.

  • Luciano Duque agradece a Lula e Dilma por obras estruturadoras no nordeste

    Imagem: Júnior Campos arquivo

    Luciano Duque (PT) foi um dos prefeitos do Pajeú, que foi prestigiar em Monteiro-PB a comitiva do ex-presidente Lula, no último domingo (19). O ex-presidente, a convite do Senador Humberto Costa foi até o município paraibano, carimbar seu nome com o real idealizador da Transposição das águas do Rio São Francisco.

    Após o encontro com Lula e comitiva petista, Duque, que também esteve prestigiando o presidente Temer (PMDB), no mesmo município, tratou logo de publicar em sua página no facebbok, a agenda no estado paraibano. 

    Leia:

    É preciso saber agradecer. Aliás, é preciso ter humildade para agradecer e reconhecer a importância daqueles e daquelas que são responsáveis pelas grandes transformações que geram mais dignidade e perspectiva de futuro para as pessoas.

    É com esse sentimento que externo a minha gratidão ao ex-presidente Lula e a ex-presidenta Dilma, pelas obras estruturadoras que mudaram a cara do nordeste, em especial do semiárido, como é a nossa região. E assim como eu, dezenas de milhares de pessoas foram saudar o grande líder brasileiro e nordestino orgulhoso, Luiz Inácio Lula da Silva, durante ato na cidade de Monteiro, na Paraíba.

    E o que vimos lá foi à celebração democrática de uma conquista histórica do nosso povo: ÁGUA DA TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO. Durante décadas as pessoas sonharam com esse dia, e como todo sertanejo é esperançoso, esperaram pelo grande momento e foram festejar de perto a chegadas das águas do Velho Chico, ao lado daquele que teve a coragem de tirar do papel um projeto tão audacioso e que por muito tempo fez parte apenas da retórica de tantos que governaram. Pois bem, o “sertão virou mar”.

    Não registrar o pioneirismo de Lula e o empenho de Dilma para que essa obra fosse concluída é negar a história, e ao fazer esse reconhecimento, não precisamos diminuir a importância de qualquer governante que, no exercício do seu mandato e sob a responsabilidade do seu cargo, der continuidade as políticas responsáveis pela melhoria de vida da população.

    Lembro-me da alegria que senti quando inauguramos a Adutora do Pajeú, e o quanto essa obra magnífica representou para Serra Talhada e para o povo pajeuzeiro. E foi resgatando o sentimento daquele momento, que me emocionei com a felicidade do povo que está recebendo água onde reinava a seca e a escassez. Que as águas do São Francisco tragam com elas um novo tempo para os mais de 12 milhões de beneficiados com a transposição, fazendo brotar um futuro melhor para o nosso povo, que com coragem e perseverança não se curva diante das adversidades da vida, mas que na sua simplicidade e humildade, sabe se curvar para agradecer.

    Que Deus continue abençoado a nossa gente, e iluminando quem recebe a missão de governar, para que o faça desapegado do status e do poder, mas agarrado no desejo de ver o nosso povo vivendo melhor e mais feliz.

    Luciano Duque

  • Previdência: Reforma excluirá servidores de Estados e municípios

    Os únicos servidores públicos afetadas pela proposta de reforma da Previdência serão os servidores federais. O presidente Michel Temer anunciou ao lado de líderes no Congresso que servidores de Estados e municípios ficarão fora da reforma.

    Temer afirmou que tomou a decisão após recentes reuniões e que a medida foi tomada, segundo ele, em respeito ao pacto federativo. O presidente disse que mudanças para os servidores de Estados e municípios dependerão das manifestações dos governos e dos Legislativos locais.

    A medida deve reduzir a pressão de professores e policiais contra a reforma da Previdência, duas categorias que vinham se posicionando publicamente contra a reforma.

    Na semana passada, Temer já dava sinais de que admitiria mudar o conteúdo da reforma. “Haverá propostas de modificação num ou noutro ponto, é muito provável. […] O que não podemos é quebrar a espinha dorsal da (reforma da) Previdência.”

    Para facilitar a aprovação da reforma da Previdência no Congresso, o governo articula a redação de um relatório de consenso entre deputados e senadores e deve anunciar ainda nesta semana “ajustes” à proposta enviada ao Legislativo, disse o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR).

    O Planalto entende que a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência terá impactos imediatos na recuperação econômica. A estratégia do relatório conjunto foi acertada em reunião nesta terça-feira no Palácio entre Temer e líderes nas duas Casas. “O dogma não é que nada pode ser mudado. O dogma é sair um texto equilibrado”, disse Jucá. “O restante sai no ‘relatório da consolidação’. Temos que anunciar algumas coisas até o final da semana.”

    Segundo ele, o governo avalia quais pontos poderiam ser “ajustados” no texto da proposta, caso da contribuição de trabalhadores rurais, classificado pelo senador como um dos “calcanhares de Aquiles” da reforma.

    O líder sugere que seja adotado um valor fixo de contribuição, algo mais simplificado do que estabelecer a cobrança por meio de porcentagem. A questão, porém, ainda não está fechada. Jucá também defende que seja mantida a idade mínima para a aposentadoria de homens e mulheres aos 65 anos.

    O senador avalia ainda que é natural haver embate político sobre o tema, principalmente com a oposição, e promete rebater os argumentos contrários lembrando que mesmo a ex-presidente Dilma Rousseff chegou a se posicionar favorável a alterações na Previdência.

    Defendeu, no entanto, que a base governista se empenhe na aprovação da proposta, de forma a melhorar o ambiente econômico, o que beneficiaria o clima político em geral. “A base será fortalecida se a economia mostrar resultados”, disse.

    Aliados do governo têm oferecido resistências à medida, e fizeram chegar ao Executivo uma série de sugestões e propostas de

    (Com agência Reuters)

  • Debate na rádio esquenta eleição da UVP

    Por: Adriano Roberto

    Com o objetivo de garantir a segurança alimentar da população petrolinense, começou nesta terça-feira (21) no município uma operação da Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS) para intensificar a fiscalização do comércio de carne no município.

    Nesse primeiro dia, foram apreendidos, em um estabelecimento do bairro Pedro Raimundo, produtos comercializados de forma clandestina por não possuírem registro, e inadequados para a venda: 47,5kg de linguiça bovina apimentada; 44,6kg de linguiça caseira grossa de frango; 22,3kg de linguiça caseira de pernil; 3,1kg de peito de frango com embalagem aberta e 60kg de frango temperado (no próprio estabelecimento de venda).

     

    Segundo a veterinária da agência, Ana Isabel Arraes, estão sendo observados, além do registro do produto, a temperatura em que estão sendo conservados os itens e as questões higiênicas sanitárias do local.

     

    "Estamos observando todos os itens que garantam a segurança alimentar do consumidor. O ideal é que observe se a carne tem registro municipal, estadual ou federal. Vale lembrar que a população também possui um papel importante na fiscalização. É importante que olhe a cor da carne, a temperatura, data de validade, a embalagem e na dúvida é melhor não comprar o produto", explicou.

     

    A operação vai continuar durante toda a semana em supermercados e frigoríficos da cidade.

     

  • Vigilância Sanitária de Petrolina apreende carnes em estabelecimentos

    Com o objetivo de garantir a segurança alimentar da população petrolinense, começou nesta terça-feira (21) no município uma operação da Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS) para intensificar a fiscalização do comércio de carne no município.

    Nesse primeiro dia, foram apreendidos, em um estabelecimento do bairro Pedro Raimundo, produtos comercializados de forma clandestina por não possuírem registro, e inadequados para a venda: 47,5kg de linguiça bovina apimentada; 44,6kg de linguiça caseira grossa de frango; 22,3kg de linguiça caseira de pernil; 3,1kg de peito de frango com embalagem aberta e 60kg de frango temperado (no próprio estabelecimento de venda).

    Segundo a veterinária da agência, Ana Isabel Arraes, estão sendo observados, além do registro do produto, a temperatura em que estão sendo conservados os itens e as questões higiênicas sanitárias do local.

    "Estamos observando todos os itens que garantam a segurança alimentar do consumidor. O ideal é que observe se a carne tem registro municipal, estadual ou federal. Vale lembrar que a população também possui um papel importante na fiscalização. É importante que olhe a cor da carne, a temperatura, data de validade, a embalagem e na dúvida é melhor não comprar o produto", explicou.

    A operação vai continuar durante toda a semana em supermercados e frigoríficos da cidade.

  • Fátima: Marconi anuncia calçamento, rede de esgoto e transporte gratuito para os universitários

    Os moradores de Fátima, distrito de Flores receberam nesta terça-feira (21) da prefeitura, um pacote de ações como: recuperação da rede iluminação pública, tapa-buracos, remoção de entulhos, capinação, poda, e recuperação de estradas vicinais que dão acesso aos Sítios São Benedito, Cafundó e Varjota.

    Além de levar até ao distrito, uma força tarefa composta por colaboradores da Secretaria de Infraestrutura, da limpeza urbana e de uma empresa particular, que executou os serviços de manutenção da iluminação pública. Recuperando a iluminação de mais de 70 postes.

    O gestor do município, Marconi Santana anunciou o início dos trabalhos da construção de mais de 600 metros de rede de saneamento para os moradores da Rua Honório Batista, construção dos calçamentos das Ruas Ismaelita Gomes, e Juscelino kubitschek, conversou com os moradores da Rua do Comércio sobre o desejo de empreender ações na referida rua; como implemento de pavimentação em paralelepípedo, iluminação e praça.

    Marconi ainda prestou contas dos seus oitenta dias de governo, ao participar de uma reunião na Fundação Ambiental Pedro Daniel, e garantiu para os universitários transporte gratuito. Antes disso, o gestor visitou a Escola Municipal Desembargador Adauto Maia. Conversou com alunos, professores e direção.

    “Isso mostra o tamanho do compromisso da nossa gestão, para os anseios de todo o território florense como um todo, e o nosso profundo respeito pelos moradores do distrito de Fátima, que vinha sofrendo, por exemplo, com escuridão, e sem os serviços efetivos da gestão municipal. Fomos ao distrito, conversamos, levamos ações importantes, anunciamos calçamento, rede de saneamento, dentre outras ações que vão melhorar de forma significativa a vida de cada família de Fátima. Não temos o olhar para quem apenas para quem nos conduziu a um terceiro mandato, e sim para todos os que precisam dos serviços públicos e que estão dispostos a ajudar na reconstrução de nossa querida Flores. Vamos lutar por essa terra, como fosse a extensão de minha casa”, garantiu o prefeito do município, Marconi Santana.

  • Armando quer ampliar produtividade com GT da reforma microeconômica

    Acelerar a aprovação de projetos de lei que eliminem entraves burocráticos, modernizem a legislação e estimulem a produtividade na economia  é o principal objetivo do Grupo de Trabalho de Reformas Microeconômicas da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE). O GT, instalado nesta terça-feira (21), será coordenado pelo senador Armando Monteiro (PTB).

    Armando lembrou, ao agradecer a indicação, que a produtividade da economia brasileira, abaixo de 1% anual nos últimos 15 anos, está estagnada e é uma das mais baixas entre os países em desenvolvimento. O senador atribuiu o desempenho bisonho ao excesso de burocracia, marcos regulatórios inadequados e a um complexo sistema tributário.

    "Há um vasto campo para avançar na busca do aumento da produtividade. Queremos, com o grupo de trabalho, instalar um ambiente amigável e mais propício aos negócios", assinalou o petebista.

    Juros menores - Outro objetivo do GT, segundo o senador pernambucano, é propor medidas que reduzam o que classificou de "patológico" custo dos empréstimos. Armando enfatizou que a intermediação bancária no Brasil é uma das mais elevadas do mundo, resultando em juros também elevados, devido, principalmente, à alta concentração bancária (cinco bancos detêm 75% dos ativos financeiros), aos níveis dos depósitos compulsórios recolhidos pelos bancos ao Banco Central e à grande tributação sobre o setor financeiro, que acaba repassada ao tomador final do financiamento.

    Armando Monteiro explicou que o Grupo de Trabalho de Reformas Microeconômicas irá mapear e agilizar a votação na CAE de projetos de lei em tramitação no Senado que se enquadrem nos requisitos de redução da burocracia, modernização da legislação e aumento da produtividade da economia.

    Embora o senador petebista só vá apresentar o plano de trabalho do GT na sessão da CAE da próxima terça-feira (28), são candidatos a esta lista, entre vários outros, os projetos que criam o Código de Defesa do Contribuinte, cujo relator é o próprio Armando Monteiro e que está emperrado na CAE; os que atualizam as leis de falências e de exploração do gás natural, dois que simplificam o licenciamento ambiental e regulamentam o trabalho intermitente.

    A decisão do presidente da CAE, Tasso Jereissati (PSDB-CE), de instalar um GT e não uma subcomissão, que estaria sujeita a demorados procedimentos regimentais, se deveu justamente à necessidade de tornar mais rápida a votação desses projetos, de acordo com assessores do parlamentar tucano.

  • “Mudanças no projeto só com mobilização da sociedade”, afirma Danilo Cabral

    Autor de quatro emendas, Danilo Cabral defende a manutenção das aposentadorias especiais para professores e trabalhadores rurais, a proibição de retirada de recursos da seguridade social para outras despesas do Governo, e a continuidade do atrelamento do reajuste do Benefício de Prestação Continuada (BPC) ao salário mínimo.

    Além disso, entre outros pontos da proposta do Governo Federal, ele não é favorável ao tempo de 49 anos de contribuição para o recebimento da aposentadoria integral e à igualdade de regras de aposentadoria para homens e mulheres.

    Dentro da estratégia de mobilização, Danilo Cabral lançou um vídeo contra a Reforma da Previdência em suas redes sociais. Na animação, disponível no link https://youtu.be/NiRdoxu9P54, o deputado apresenta dados sobre o sistema de seguridade social brasileiro, do qual a Previdência faz parte, questiona a existência de déficit previdenciário e elenca suas propostas para a melhoria do texto da reforma.

    Danilo Cabral tem dedicado boa parte de sua agenda no Estado para atender convites de entidades classistas e de grupos profissionais para debater a Reforma da Previdência. Além de participar da audiência pública com trabalhadores rurais em Vitória de Santo Antão, ele fez palestras para profissionais da educação e tem outras reuniões agendadas para os próximos dias. "É uma forma de ampliar o debate e de compartilhar opiniões sobre a reforma do sistema previdenciário proposta pelo Governo", disse.

  • Homem que aterrorizava usando peruca rosa é preso em Serra Talhada

    Durante  ação em blitz/Bloqueios na rua Afonso  Magalhães nas proximidades da loja Natal Construções na cidade de Serra Talhada, policiais militares executaram abordagem  a um individuo conhecido por “Nenen”, 42 anos, o mesmo estava armado de 01(uma) faca e  usava uma peruca de cor rosa,  estava ameaçando pessoas com o referido objeto ao se deparar com os policiais tentou escapar empreendendo fuga contudo foi detido chegando inclusive a reagir a  ação policial, além da peruca, foi pego em seu poder um boné e 01(carregador de celular os  policiais  o conduziram a Delegacia de Policia Local, onde foi autuado em flagrante  e recolhido a Cadeia Púbica do município

  • Em Serra Talhada, secretária de saúde vira pivô de debate entre vereadores, nesta segunda (20)

    A sessão ordinária na Câmara de vereadores de Serra Talhada, desta segunda-feira (20) foi marcada pelo embate entre os vereadores Antônio de Antenor (PR), André Maio (PRB) e o vereador Sinézio Rodrigues do PT. O clima começou a esquentar logo após o líder da oposição, Antônio de Antenor reclamar na tribuna, que ligou 22 vezes para secretária de saúde, Márcia Conrado, e não foi atendido.

    “Eu sou da oposição. Eu posso está enganado, mas acredito que a secretária Lú, que é a Secretária de Márcia, ela está querendo fazer injustiça, e uma pessoa até disse: Marque com ela. Eu vou esperar por ela, e eu não vou tomar à frente de ninguém”, ecoou o republicano que foi de pronto rebatido por Sinézio:

    “Eu tenho certeza que a Dra. Márcia ela vai lhe receber. E quanto a ser situação oposição, isso às vezes confunde”, explicou o petista logo sendo interrompido por André Maio.

    “Essa atitude a gente repudia. A Secretária tem que ter a grandeza de atender vossa excelência. Como é que a pessoa liga 22 vezes pra pessoa e não atende? Eu acho vereador Sinézio, que isso não justifica não! Enquanto vereador a gente não tem que está tapando o sol com a peneira não”, disparou.

    Na tréplica Rodrigues cravou: “Não estou tapando o sol com a peneira. Estou sendo apenas sábio. Se vossa excelência não sabe o que é diplomacia eu sei muito obrigado”.

  • Em encontro com Ministro da Justiça Kaio Maniçoba pede reforço em segurança para o Sertão

    Por: Elton Oliveira

    Em muitos estados do nosso país a problemática da falta de segurança está em alta. E, infelizmente, no sertão esta realidade não é diferente. Para ajudar os prefeitos no combate à violência, o deputado federal Kaio Maniçoba (PMDB) esteve, recentemente, com o Ministro da Justiça, Osmar Serraglio, para pedir a criação de um Plano de Ações voltado para vários municípios do Sertão.

    Foi solicitada a instalação de câmeras de vídeo de monitoramento e também a liberação de recursos para o desenvolvimento de ações no combate às drogas. "Em Floresta, Serra Talha e Trindade o índice de insegurança aumentou bastante. Mas tenho certeza que o Ministro irá olhar com carinho para o nosso povo", enfatizou o parlamentar.