Vítima de tentativa de feminicídio em Tabira não corre risco de morte, dizem médicos - JUNIOR CAMPOS

Vítima de tentativa de feminicídio em Tabira não corre risco de morte, dizem médicos


Passou por cirurgia esta manhã no Hospital Regional Emília Câmara  Acsa Naara, 32 anos, vítima de tentativa de feminicídio esta manhã na cidade de Tabira. Ele foi atingida por golpes de faca no pescoço e testa desferidos por Adjailton Alves, natural de Petrolina, motorista da empresa do sogro, Alberto Ferreira, irmão Betinho, ex-vereador de Tabira.

O  crime chocou a cidade de Tabira esta manhã. A motivação seria ciúmes. Há relatos de outros casos de agressão do acusado. O casal tem dois filhos. A Guarda Municipal de Tabira conseguiu capturar o acusado.

Nas redes sociais, circula um vídeo feito no momento em que o acusado era preso. Ele diz aos guardas que não fugiu porque não quis e chega a chamar um dos profissionais de “babaca”. Depois, o pai da vítima, o Irmão Betinho chega. Adjailton grita para que a mulher seja socorrida e o pai grita com ele: “você sangrou minha filha, seu amaldiçoado”. 

Segundo o repórter Celso Brandão, falando ao programa Manhã Total, da Rádio Pajeú, uma equipe com quatro médicos realizou um procedimento cirúrgico para conter hemorragia provocada pelo corte. Por sorte, a facada não atingiu nenhum vazo maior ou artéria e ela não corre risco de morte. Ela está neste momento em uma ala isolada da unidade onde deve permanecer em observação até amanhã. Também não haverá necessidade de transferência para Recife. O acusado foi autuado em flagrante.

Fonte: Nilljunior