• Ciro descredencia Haddad: Quando ele vier saber onde é Salgueiro, acabaram os quatro anos

    O candidato à presidência da república Ciro Gomes (PDT), em agenda pelo Recife, fez críticas a Fernando Haddad, candidato pelo PT e que tem se mostrado a preferência dos pernambucanos nas pesquisas de intenção de votos. Segundo Ciro, o "amor ao Lula" se transformar em aposta em Haddad pode levar a um governo fraco, sem governabilidade e aponta para um candidato que desconhece o Nordeste e principalmente Pernambuco.

    "Dos 13 candidatos, sou o único que tem vida política no Nordeste. Isso é fato. Quando ele vier saber onde é Salgueiro, acabaram os quatro anos", declarou. As críticas se estenderam ao PT, inclusive na aliança com o governador Paulo Câmara (PSB), do partido que apoiou a retirada de Dilma em 2016. "O PT pensa primeiro no partido, depois no povo. O meu caso é o contrário", garantiu.

     

  • Sebastião Oliveira declara amor por Serra Talhada

    Imagem:Moisés Martins

    Sebastião Oliveira e Rogério Leão, deputados federal e estadual, respectivamente, escolheram o sábado (22) para visitar Serra Talhada. A opção pela data não foi em vão, tendo em vista que o 22 representa o Partido da República (PR), que, em Pernambuco, é presidido por Sebá.

    Muita gente se vestiu de azul para ouvir as propostas de Oliveira e Leão, que concorrem à reeleição. No bate-papo com a população, Sebastião destacou as  inúmeras ações que contemplaram a Capital do Xaxado nesta gestão do governador Paulo Câmara e que contaram com a sua participação efetiva e de Rogério. "Serra Talhada foi beneficiada com um volume de investimento robusto em várias áreas, como infraestrutura, transportes saúde e educação. Vamos continuar trabalhando para que a nossa cidade permaneça no mapa do desenvolvimento", destacou Oliveira. O republicano citou como exemplo, as obras de requalificação do aeroporto e do terminal rodoviário, de construção do Hospital Regional do Sertão, de restauração da estrada de Bernardo Vieira e também de abastecimento de água.

    Nesta reta final de campanha, a plateia foi motivada a intensificar o ritmo para eleger os candidatos da chapa majoritária da Frente Popular de Pernambuco, comandada por Paulo Câmara. "É importante eleger candidatos que estejam alinhados com o governador e que realmente queiram o melhor para o nosso estado. Estamos de chocalho fechado com este palanque que significa progresso, determinação e realização", ressaltou Sebastião Oliveira, que finalizou. "Esse encontro este sendo a vitamina que eu precisava no sangue rumo à vitória. Eu amo Serra Talhada".

  • Sinézio cumpriu agenda em Recife e RMR

    Da Assessoria

    O candidato serra-talhadense a deputado estadual, Sinézio Rodrigues, iniciou  cumpriu na última semana, agenda de campanha no Recife e região metropolitana, em busca de irradiar sua votação pelo estado.

    Às cinco da manhã, da última quarta-feira (19), realizou panfletagem na entrada da fábrica de borracha Arlanxeo, na BR 101, junto aos trabalhadores do Sindborracha.

    Logo após, encontrou-se com trabalhadores do Sindmetro-PE na CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) em Cabo de Santo Agostinho para conversar sobre suas propostas direcionadas aos metroviários e ouvir as demandas.

    Após isso, Rodrigues foi recepcionado pela direção executiva do Sindmetro-PE. À tarde, a partir das 13h00, Sinézio terá agenda política.

    Em seguida, um encontro com a chapa eleita da direção do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações de Pernambuco (SINTTEL-PE).

    A agenda em Recife e região acontecerá até domingo (23) quando o candidato retornará ao Sertão para dar continuidade as atividades de campanha destinadas a Serra Talhada e demais cidades.

  • Câmara comenta vaias: Esses poucos não conseguirão manipular a verdade

    O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), usou sua conta no facebook para minimizar as vaias que levou durante discursos, neste sábado (22), no centro do Recife-PE, em comício com o presidenciável do PT, Fernando Haddad.

    “Não adianta alguns tentarem diminuir a força do que vimos hoje. Esses poucos não conseguirão manipular a verdade e a presença dos milhares de pernambucanos que saíram de suas casas hoje para dizer que querem que o nosso estado siga na frente”, escreveu Câmara no Facebook.

    O coro foi ecoado por um grupo de militantes do Partido dos Trabalhadores – PT, contrários a aliança entre PT e PSB, que acabou rifando a candidatura da vereadora do Recife, Marília Arraes (PT), ao governo de Pernambuco.

  • Recife: Haddad manda recado para Bolsonaro e Paulo engrossa discurso em direção a Armando

    O candidato à Presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, fez uma caminhada pelas ruas do Centro do Recife e terminou o ato político em frente à Pracinha do Diario, onde fez um comício ao lado da Frente Popular. Em discurso, ele prometeu reconciliar o Brasil. “Uma grande parte da população foi levada ao erro em 2016 e as pessoas acordaram. Não queremos revanchismo, mas, no nosso governo, o negro vai ser respeitado, a mulher vai ser respeitada, o nordestino vai ser respeitado. O recado para o nosso amigo ali (Bolsonaro) é: se a mulher cria um fillho sozinha, ela vai receber mais atenção da gente”, declarou, em um dos trechos da fala, referindo-se à frase que o vice-presidente de Bolsonaro (general Mourão) falou durante a semana, na qual dizia que famílias carentes comandadas por “mãe e avó” era uma fábrica de desajustados. 

    O governador Paulo Câmara (PSB) fez críticas ao senador Armando Monteiro Neto (PTB), sem citar o nome do candidato, lembrando que ele votou a favor da reforma trabalhista.

    Para ele, Haddad representa a esperança do Brasil voltar a ser feliz.  Paulo, aliás, sofreu uma reação negativa do público, que ensaiou uma vaia ao ser citado por Haddad e foi chamado por alguns militantes de "golpista". Renata Campos e João Campos, viúva e filho de Eduardo Campos, estavam presentes.

    “A gente tem uma caminhada de 15 dias para escolher o lado do povo, o lado de Eduardo, de Miguel Arraes, o lado de Lula. Do outro lado está o senador que apoiou a reforma trabalhista (…) Essas pessoas querem fazer em Pernambuco o mesmo mal que fizeram ao Brasil, mas a gente não vai deixar”. 

  • Luciano Duque: "Vaias contra mentiras de Paulo são resposta da militância do PT"

    Filiado ao PT, o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, afirmou que as vaias sofridas por Paulo Câmara (PSB) neste sábado em evento com Haddad (PT) mostram que a militância petista não aprova o atual governador. Ao subir no palanque para discursar, em ato político no Centro do Recife, Paulo foi recebido com vaias e gritos de golpista. Visivelmente constrangido, Paulo Câmara acabou fazendo um discurso mais rápido que o normal, deixando o microfone para que Fernando Haddad pudesse falar.

    "As pessoas não esqueceram que Paulo Câmara tomou uma posição no impeachment. Ele ficou ao lado de Temer, liberando quatro secretários para votarem contra a ex-presidenta Dilma", lembrou Duque. "Paulo esteve com Temer desde o início e foi fiador das reformas que tiraram direitos dos trabalhadores e atolaram o país na maior crise da sua história", afirma. 

    O prefeito diz que o PSB promoveu manobras para impedir que Marília Arraes fosse candidata ao governo do Estado, mesmo com ela aparecendo bem posicionada em todas as pesquisas de intenção de voto e tendo a candidatura defendida pelos delegados da legenda.

    "Paulo e o PSB perseguem a oposição na tentativa de permanecer no poder. Essas vaias de hoje são o resultado de uma forma atrasada de fazer política, impondo suas vontades pela força, são uma resposta da militância às mentiras de um governador que tem sua gestão reprovada pela grande maioria da população", acrescentou. Luciano Duque foi um dos principais articuladores da pré-campanha de Marília, mas como a vereadora do Recife não conseguiu viabilizar a própria candidatura, ele acabou declarando apoio a Armando Monteiro (PTB).
     

  • Duque: No dia em que ele [Carlos Evandro] decidir conversar com nosso grupo, nós vamos conversar

    As especulações sobre uma provável reaproximação do Ex-prefeito Carlos Evandro com o Prefeito Luciano Duque tomaram mais uma vez as rodas de conversa dos bastidores da política serra-talhadense. Alguns acreditam que ainda neste ano, Carlos e Duque possam reatar seu casamento político que, foi desfeito pouco tempo depois da eleição do atual gestor da Capital do Xaxado.

    Carlos Evandro deu declarações à imprensa local sinalizando que poderia sim, se juntar novamente com Luciano. Depois destas declarações, o Prefeito se manifestou sobre o assunto também, através de setores da mídia local, e se posicionou de forma tímida, porém, positiva quanto à questão da união voltar a acontecer.

    "No dia em que ele decidir conversar comigo e com nosso grupo, nós vamos conversar. Tenho respeito por Carlos Evandro, mas ele está lá, no grupo dele, e isso deve ser respeitado", ressaltou. Quando questionado se essa aliança poderia ser efetivada o mais breve possível, Duque foi cauteloso e pontuou sua resposta dizendo: "Vamos deixar ele cumprir o trabalho dele lá".

    Apesar de estarem em campos fortemente opostos na política de Serra Talhada, Luciano Duque e Carlos Evandro nunca foram tratados como divorciados políticos. A situação dos dois sempre foi de separados pelas circunstâncias. Uma possível reaproximação, não seria um evento espantoso e nem uma grande surpresa para as lideranças políticas e para o povo da terra de Lampião.

  • Paulo realizou ato no Ibura nesta sexta (21) e disse que "tem lado

    O candidato ao Governo de Pernambuco da Frente Popular, Paulo Câmara (PSB), fala em "lado do povo", em caminhada no bairro do Ibura. "Essa eleição tem uma importância diferente. Ela nos dará a oportunidade de escolher entre dois lados. O lado de Miguel Arraes, de Eduardo Campos, do presidente Lula. O lado do povo. Já o outro é da turma que só trouxe aumento de conta de luz, botijão de gás, do preço da gasolina e que fez reforma contra trabalhador brasileiro", alertou.

    O prefeito Geraldo Julio prometeu a maior votação do Brasil para o presidenciável Fernando Haddad (PT). "Vamos dizer para aquele que já foi o maior presidente que Brasil já teve que Fernando Haddad vai ter, em Pernambuco, a maior votação do Brasil. Essa é a homenagem que a gente vai fazer ao presidente que deu renda, oportunidade de trabalho, deu crédito, que abriu oportunidades dos jovens da família pobre de fazer, na universidade, o seu curso superior", resgatou.

  • Lóssio é expulso por unanimidade da Rede

    Nesta sexta-feira à noite(21), o candidato ao governo de Pernambuco pela Rede Sustentabilidade, Julio Lossio foi expulso do partido.

    Anteriormente, a Executiva Nacional da Rede Sustentabilidade divulgou uma nota informando que o candidato poderia sofrer abertura de processo disciplinar, consequente expulsão do quadro partidário e o cancelamento de candidatura ao Palácio das Princesas. Dos 25 integrantes, 21 participaram da votação e por unanimidade, ele foi expulso do partido. 

    A nota foi emitida, na última quarta-feira (19), após encontro entre Lossio, o postulante a deputado federal Coronel Meira (PRP) e Gilson Machado Neto (PSL), ambos apoiadores da candidatura à Presidência da República de Jair Bolsonaro (PSL). 

  • Marconi Santana mantém agenda de campanha na zona rural

    O Prefeito de Flores, Marconi Santana, continua sua jornada eleitoral pelos rincões do Pajeú pernambucano em busca dos eleitores e os apresentando a seus candidatos para o pleito eleitoral de Outubro deste ano de 2018.

    Em companhia dos candidatos a Deputado Estadual e Federal, Danilo Cabral e Joaquim Lira, e dos candidatos ao Senado, Mendonça Filho e Humberto Costa, Marconi tem feito uma verdadeira maratona em sua terra e na região rural da mesma, conversando com o povo residente tanto na Sede, como nos Distritos, povoados e sítios.

    Nessas andanças de campanha, Marconi tem aproveitado para apresentar aos eleitores o que os candidatos que ele apoia fizeram pela sua terra e afirmou que "o nosso apoio a estes candidatos, a estes nomes, é incondicional, pelo que já fizeram por nossa Flores. E tenho certeza, que com a reeleição e o apoio de Paulo Câmara, eles vão fazer muito mais", destacou o gestor Florense prestando contas ao povo do porquê apoiar e, andar pedindo votos para seus candidatos.

  • Marconi acompanha trabalhos de construção de passagem molhada e prestigia gincana escolar

    O Governo Municipal de Flores segue com diversas atividades na Zona Rural da cidade. As ações incluem a promoção de serviços públicos e educacionais dirigidos à população das localidades rurais do município.

    No Sítio Estreito, o gestor municipal, Marconi Santana acompanhou. Nesta quarta-feira (20), os trabalhos de construção de uma passagem molhada na localidade, e ressaltou que essa foi "mais uma ação de nossa administração, que reforça o compromisso da nossa gestão com a melhoria de vida dos nossos produtores rurais. Essa passagem molhada foi muito aguardada pelos moradores, não só do Sítio Estreito, como também dos Sítios adjacentes e, nós estamos tendo a determinação e a sensibilidade de tirar do papel esses projetos por compreender a real necessidade do povo que ali reside", declarou Santana.

    Já no Distrito de Fátima, Marconi prestigiou a IV Gincana de Matemática da Escola Estadual Dário Gomes de Lima. De acordo com o Prefeito, "Essa é uma iniciativa muito importante, que estimula o raciocínio lógico e o trabalho em grupo entre os alunos", ressaltou.

  • Duque avalia que a tendência de Armando é de crescimento

    Para o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), o crescimento de Armando (PTB) nas pesquisas comprova que o tempo do PSB no poder em Pernambuco já passou. O prefeito repercutiu nesta quinta os dados da pesquisa Datafolha, divulgada durante a madrugada, que mostra um empate técnico entre Armando e Paulo Câmara. Segundo o instituto, Armando cresceu seis pontos percentuais, entre os dias 6 e 19 deste mês, saindo de 25 para 31%. Já Paulo, manteve-se estacionado, variando na margem de erro de 34 para 35%.

    "Armando cresceu e empatou a disputa. Paulo visivelmente chegou ao teto e mantém uma rejeição extremamente alta. A realidade é que a atual gestão prometeu muito e realizou quase nada. As pessoas querem a mudança, ninguém aguenta mais o jeito autoritário e arrogante do PSB governar, sem diálogo e perseguindo a oposição", disse Duque, um dos principais articuladores da campanha de Marília Arraes (PT), que foi derrubada por manobras de Paulo e do PSB. Ele lembrou que o quadro atual indica a realização do segundo turno, em que o empate técnico entre Armando e Paulo é ainda mais nítido, com uma diferença de apenas três pontos percentuais.

    Duque avalia que a tendência de Armando é de crescimento ainda maior, graças ao interesse cada vez mais forte da população no processo eleitoral. "O debate político está trazendo de volta os compromissos assumidos pelo PSB e não cumpridos, além dos números desastrosos da gestão, com o crescimento da violência, o desemprego e a falta de liderança do governador, que passou três anos e oito meses enclausurado no Palácio, sem conversar com as pessoas", afirmou.

  • Mendonça cresce e assume segunda colocação em corrida ao Senado

    Candidato ao Senado pela coligação Pernambuco Vai Mudar, Mendonça Filho (DEM) subiu quatro pontos na nova pesquisa Datafolha divulgada na noite desta quarta-feira (19), assumindo a segunda colocação em números absolutos, que era de Humberto Costa. Os dois agora empatam tecnicamente dentro na margem de erro. Mendonça agora soma 31 pontos. Jarbas Vasconcelos (MDB) continua a liderar a disputa com 36 pontos. Humberto Costa (PT) aparece na terceira posição, com 30 pontos. A margem de erro é de três pontos percentuais.

    Bruno Araújo (PSDB) também cresceu nessa nova pesquisa, saindo de 6 para 12 pontos. Silvio Costa (Avante) soma 11 pontos e o Pastor Jairinho (Rede) tem 6 pontos. Adriana Rocha (Rede) tem 3%, Hélio Cabral (PSTU) e Lídia Brunes (PROS) somam 2%. Albânise (PSOL), Eugênia (PSOL) e Alex Lima Rola (PCO) têm 1%.

     Em branco, nulo ou nenhum para a 1° vaga tem 20%. Já para a 2° vaga, os votos branco, nulo ou nenhum somam 28%. A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 19 de setembro. Foram ouvidos 1.232 eleitores de 50 municípios do Estado, com 16 anos ou mais. O nível de confiança utilizado é de 95%.4

  • Prefeitura de Flores desenvolve ação social e de saúde

    A Gestão Municipal de Flores vem promovendo nesses últimos dias várias ações nas áreas de Saúde Básica e Desenvolvimento Social na cidade.

    Desde a ultima terça-feira, a administração do município trabalha na realização de procedimentos de dedetização que abrangem todas as unidades de saúde do município. De acordo com o Governo de Flores, o objetivo é exterminar insetos e outras pragas similares a partir do uso de reagentes químicos dissolvidos e pulverizados no ambiente.

    O efetivo pessoal do CRAS – Centro de Referência de Assistência Social no município, também segue trabalhando em parceria com o setor de identificação, viabilizando a 2° via do RG para a população.

    Para o Prefeito Marconi Santana, essas atividades são “importantes para promover a dignidade e o respeito e, ampliar o acesso à documentação básica necessária para o exercício da cidadania do povo Florense”, pontuou o gestor.

  • Pesquisa: Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro (PTB) estão tecnicamente empatados

    A disputa pelo governo de Pernambuco se acirrou. De acordo com nova pesquisa divulgada pelo Datafolha na madrugada desta quinta-feira (20), Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro (PTB) estão tecnicamente empatados. 

    O socialista oscilou de 34% para 35% desde o último levantamento feito pelo Datafolha, no início do mês. O candidato do PTB tinha 25% na época e cresceu seis pontos, aparecendo agora com 31%. A margem de erro é de três pontos percentuais.

    Os demais candidatos ao governo do Estado não ultrapassam 3%. Os eleitores indecisos somam 6% e 19% declaram voto branco ou nulo.

    A pesquisa, contratada pela TV Globo e pela Folha, ouviu 1.232 eleitores em 50 cidades de Pernambuco, entre os dias 18 e 19 de setembro. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número PE 09351/2018. 

  • Ibope: Haddad dispara e lidera disputa em Pernambuco com 26%

    O Ibope/JC/TV Globo divulgou a primeira pesquisa após Fernando Haddad (PT) ser oficializado como candidato à Presidência, no lugar do ex-presidente Lula. O petista lidera as intenções de votos com 26% em Pernambuco - crescendo 16 pontos percentuais desde o último levantamento, divulgado no dia 5 de setembro. Em seguida, vem Jair Bolsonaro (PSL) com 17% e Ciro Gomes (PDT) com 12%. 

    Marina Silva, que apareceu com 15% na pesquisa divulgada em 5 de setembro, sofreu um baque e ficou com 8% das intenções de votos. Geraldo Alckmin (PSDB) está com 5%. Nos últimos 12 dias, brancos e nulos caíram de 27% para 17%. 

    A pesquisa é registrada no TRE com o protocolo 02931/2018 e no TSE com o número 01251/2018. Foram entrevistados 1.204 em 56 miunicípios de Pernambuco, entre os dias 14 e 16 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. 

  • Pesquisa Ibope em Pernambuco: Paulo, 33%; Armando, 25%

    Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (17) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o governo de Pernambuco:

    •              Paulo Câmara (PSB): 33%

    •              Armando Monteiro (PTB): 25%

    •              Julio Lossio (Rede): 2%

    •              Maurício Rands (PROS): 2%

    •              Ana Patrícia Alves (PCO): 1%

    •              Simone Fontana (PSTU): 1%

    •              Dani Portela (PSOL): 1%

    •              Brancos/nulos: 24%

    •              Não sabe/não respondeu: 10%

     

    A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo "Jornal do Commercio". É o terceiro levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.

  • Armando apresenta propostas para fortalecer o turismo

    Em encontro com representantes do trade turístico de Pernambuco, em um hotel na Zona Sul do Recife, o candidato a governador pela coligação Pernambuco Vai Mudar, Armando Monteiro (PTB), apresentou suas propostas para o setor. Entre elas, uma maior articulação entre o governo do Estado e os empresários, a criação de um calendário permanente de eventos turístico e a isenção de ICMS para equipamentos como hotéis, resorts e parques temáticos.

     "É mais que necessário ressaltar a importância de uma parceria da iniciativa privada com o governo para desenvolver o turismo em todas as suas vertentes. Pernambuco se diferencia pela sua cultura, pelas belezas naturais e pelo seu patrimônio histórico", disse Armando, que também recebeu um documento com sugestões do trade, como a escolha de representantes do setor para presidir o Conselho Estadual de Turismo, a ampliação da rede de delegacias especializadas no atendimento ao turista e mecanismos de prevenção aos ataques de tubarão no litoral.

     "No Brasil, o investimento é tributado. Isso é burrice. Pretendemos desonerar o investimento em equipamentos turísticos", afirmou Armando, que defendeu ainda a requalificação do Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, com a participação do trade. "Estamos perdendo eventos para os Estados vizinhos porque o nosso Centro de Convenções está deteriorado. O governo tem que dialogar com o setor", salientou. Armando ainda falou sobre a necessidade de uma maior divulgação dos destinos turísticos com maior presença em feiras, eventos nacionais e internacionais. "Muitas vezes o turista visita nossas praias e nem passa no Recife e em Olinda. Isso tem que ser revertido."

     Armando também falou na recuperação da malha viária estadual e em ações na segurança pública para criar mais condições de crescimento para o turismo. "Isso é importante para descentralizar a questão do turismo, incentivando destinos no interior, como Gravatá, Caruaru, Garanhuns e Petrolina", destacou.

  • Paulo sanciona lei que beneficia usuários de serviços públicos

    O governador Paulo Câmara sancionou, nesta segunda-feira (17.09), a Lei 16.420/18, que estabelece normas básicas de fortalecimento à participação, proteção e defesa dos direitos do usuário dos serviços públicos prestados direta ou indiretamente pela administração pública estadual. Pernambuco é a segunda unidade da Federação a aprovar lei com essa determinação. Até o momento, apenas o Estado da Paraíba e a cidade de São Paulo tomaram iniciativa semelhante.  

    O projeto de lei foi de autoria do Poder Executivo e havia sido encaminhado para apreciação da Assembleia Legislativa no último dia 14 de junho.  O texto da lei será publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (18/09).

    A nova Lei segue o parágrafo 3º do artigo 37 da Constituição Federal e da Lei Federal nº 13.460, de 26 de junho de 2017, que fixa diretrizes para a oferta de serviços públicos cada vez mais adequados e de qualidade, a serem implementados em Pernambuco, observadas as peculiaridades da estrutura administrativa vigente no Estado. Com o objetivo de fortalecer ainda mais a Rede Estadual de Ouvidorias, a nova legislação também estabelece a criação de condições necessárias para a promoção uma efetiva participação da sociedade civil no acompanhamento da prestação de serviços públicos e na sua avaliação.

     

    A nova legislação instituiu o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos dos Usuários dos Serviços Públicos (CEDDUSP), que se tornará um relevante canal de participação da sociedade civil, atuando em articulação com órgãos governamentais. O grupo será integrado por representantes de órgãos e de entidades governamentais e de entidades da sociedade civil organizada com atuação nesta área de interesse.

     

    Caberá ao CEDDUSP a fomentação de estudos e pesquisas na área de qualidade e satisfação do usuário de serviços públicos; propiciar a participação de outras esferas de governo e da sociedade civil organizada, nos debates e consequentes propostas em favor do aperfeiçoamento na prestação de serviços públicos; entre outras competências. Para fins de avaliação, serão consideradas reclamações, solicitações, denúncias, sugestões e elogios dos usuários relacionadas à prestação de serviços públicos, assim como sobre a conduta de agentes públicos na prestação e fiscalização de tais serviços.

     

    A iniciativa também se aplicará aos serviços públicos prestados por entidades privadas sem fins lucrativos, que recebam, para realização de ações de interesse público, recursos orçamentários por meio de contrato de gestão, termo de colaboração, termo de fomento, convênios, acordos, ajustes ou outros instrumentos congêneres. Com a sanção da Lei 16.420, a partir de agora, caberá ao Poder Executivo, com periodicidade mínima anual, publicar quadro geral dos serviços públicos prestados, que especificará os órgãos ou entidades responsáveis por sua realização e a autoridade administrativa a quem estão subordinados ou vinculados.

  • Ao falar após sair da UTI, Bolsonaro coloca em xeque lisura das eleições

    O candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) colocou em xeque a lisura das eleições de outubro em seu primeiro pronunciamento desde que passou pela segunda cirurgia abdominal, em consequência do atentado a faca sofrido em Juiz de Fora em 6 de setembro.

    O capitão reformado do Exército e líder nas pesquisas falou num suposto risco “concreto” de fraude e criticou, ainda, uma eventual vitória de Fernando Haddad (PT), afirmando que o candidato petista concederia um indulto ao ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva e o nomearia ministro da Casa Civil tão logo assumisse o mandato.

    Visivelmente debilitado em alguns momentos, Bolsonaro chorou assim que a câmera focalizou seu rosto na cama do hospital. Em seguida, agradeceu e elogiou os trabalhos das equipes médicas da Santa Casa de Juiz de Fora, de Minas Gerais, e do hospital Albert Einstein. ”Vocês salvaram a minha vida”, disse.